Instagram: eficiência ou vaidade? – Marketing Médico – MedTarget
Os sete pecados do digital
11 de março de 2021
A Era do Infoproduto
13 de maio de 2021
Show all

Instagram: eficiência ou vaidade?

Você é daquelas pessoas que ficam monitorando a postagem nas redes sociais? Que ficam em busca de cada curtida, cada interação e acha o máximo quando sua publicação “bomba”?!  Acompanha cada seguidor que ganha ou perde?! Pode confessar, todo mundo já fez isso…

Pois bem, queria dizer que, se você não é digital influencer, essas métricas de vaidade não valem de nada sem um bom planejamento. Aliás, se você quer uma fórmula mágica, aqui tem uma: POSTA UMA FOTO COM SEU CACHORRINHO, OU COM O SEU BEBÊ. VOCÊ TERÁ CURTIDAS COMO NUNCA!  A pergunta que fica é: “como isso vai te ajudar no seu negócio?

Curto e grosso: “EM NADA!” É bom para o ego, e nada mais… Afinal, do que adianta ter um milhão de curtidas dos seus amigos ou de pessoas que não virar seus pacientes? A não ser, claro, que você queira ser um digital influencer, mas não é o nosso caso. Aliás, muitos dos perfis que vendem no instagram sequer tem um perfil no Instagram, e usam a conta do Facebook para anunciar

DIGITAL INFLUENCER OU MÉDICO?

Vivemos em um mundo digital. Cada vez mais, as redes sociais fazem parte da nossa vida e formam nossas opiniões, aliás, criaram até uma nova profissão – das mais bem remuneradas: o Digital Influencer. 

Essa era digital trouxe, decerto, mudanças incríveis na sociedade. Fenômenos espontâneos ganham popularidade em escalas colossais, uma vez que o principal potencial da internet é justamente este: escalar. 

Acontece, no entanto, que a velocidade e escala que vemos passa a impressão aos leigos que é tudo muito simples e fácil.  Construir uma reputação online e conseguir fortunas na internet é algo tão trabalhoso quanto escalável, não se iluda. 

Outra coisa que é preciso aprender antes de embarcar nas ondas do social é entender o que você pretende com a sua rede, como conseguir o que você quer e como medir. Mas não se preocupe, vamos tentar, na medida do possível, destrinchar isso tudo para você.

GUERRA DE EGOS

Acho que o primeiro passo fundamental para compreender um posicionamento na rede social, antes mesmo do objetivo, é entender uma premissa tão óbvia quanto subestimada: As pessoas, empresas e serviços só mostram nas redes sociais o que querem! 

A vida pelo filtro do Instagram não é real. Então não se deixe levar pela impressão do sucesso do outro, porque as coisas não são bem assim. 

Você deve estar se perguntando o porquê estou dizendo isso. Bom, não estou torcendo pelo insucesso de ninguém, longe de mim, mas quem trabalha com redes sociais (dos outros) sabe: as expectativas dos clientes nunca são criadas pelas suas verdadeiras possibilidades, mas pelo que viu outra pessoa fazendo. 

Comparando com a cirurgia plástica, é quase como um paciente que, vendo o resultado de outra pessoa, exige o mesmo. E a palavra quase que empreguei tem uma razão de ser: no caso da cirurgia plástica, o resultado do amigo é tangível, real e visível.

O que quero dizer, é que ser um sucesso nas redes sociais nem sempre significa sucesso no consultório. Você já se perguntou como alguém que aparece tanto tempo na rede ainda tem tempo para exercer a medicina?

Não estou nem condenando essa estratégia, mas é preciso entender duas coisas fundamentais:

  1. Você só vê aquilo que o outro quer que você veja.
  2. Seu parâmetro deve, antes de tudo, ser você mesmo. 

O SEU SUCESSO

O próximo passo para o seu sucesso é definir bem os seus objetivos nas redes sociais. Mas um objetivo real, um propósito, um porquê bem definido, como já falei neste outro post. E já digo: aumentar consultas não é um objetivo plausível nas redes sociais, ok?

A definição de um objetivo claro é importante para você saber como mensurar o seu sucesso. De novo: o SEU sucesso, não o do outro. 

Acontece que vemos vários influencers digitais com milhões de seguidores, curtidas, e compartilhamentos e colocamos isso como sinônimo de sucesso e, principalmente, como meta. E este é o grande erro das pessoas nas redes sociais. Erros que impulsionaram, por exemplo, o negócio de venda de seguidores, automação de instagram, etc. 

Para os Influenciadores Digitais, de fato, o número de seguidores é uma métrica de sucesso. Para a maioria dos negócios e serviços, não. Explico: influenciadores digitais vivem de divulgar produtos, como uma emissora de TV. Então, quanto maior a audiência, melhor. 

Na grande maioria dos negócios essa lógica não funciona. Sabe por que? Porque não adianta para você ter um milhão de seguidores e só 0,000001% ser, de fato, qualificado. Aliás, no mundo do marketing digital, essas métricas ganharam um nome muito apropriado: métricas de vaidade. É simples, são métricas que satisfazem o ego, mas não têm nenhum significado se você não alinhar com um objetivo maior. Em contraste, as métricas chave são tangíveis e capazes de fornecer a real medida do seu sucesso.

ALINHANDO AS MÉTRICAS

Cada caso é específico, então você vai precisar de um profissional para ajudar na escolha do seu objetivo e suas métricas e – fica a dica – ouça esse profissional, não se deixe levar pela vaidade.

De toda forma, é possível, em linhas gerais, determinar alguns objetivos de campanha e métricas. Confira:

  1. Objetivos
    • Consciência
    • Impressões/alcance
    • Engajamento
    • Seguidores
    • Views
    • Downloads
  2. Tráfego
    • Cliques
    • Cadastros
  3. Compra/Conversão (feitas online)
    • Cliques
    • Downloads
  4. Leads
    • Cadastros
    • Downloads
  5. Afinidade com a marca
    • Engajamento
    • Seguidores
    • Views
    • Cadastros
    • Downloads

MÉTRICAS DE VAIDADE Vs. MÉTRICAS CHAVE

Sadé Council, responsável global pelas mídias sociais da L’Oreal e  professora no curso de Certificação Internacional em Marketing Digital da DMI e ESPM fala muito bem sobre este tema. Segundo ela,existem dois tipos de métricas quando tratamos de redes sociais: as métricas chave e as métricas de vaidade. As métricas de vaidade são os seguidores, curtidas e tudo aquilo que faz você se sentir bem.  Elas não têm significado se você não as relacionar com um objetivo maior. Já as métricas-chave são tangíveis e fornece ROI (saiba mais sobre o investimento aqui). Compare a abaixo qual é cada uma

Métricas de VaidadeMétricas Chave
LikesCTR
ComentáriosTaxa de engajamento
CompartilhamentosTaxa de conversão*

* Se seu negócio vende online

A VAIDADE É A SENHORA DOS ERROS DAS REDES SOCIAIS

Podemos dizer isso sem medo de errar. Aliás, muitos dos outros erros decorrem da vaidade. Quantas vezes vemos clientes desesperados porque perdeu o número de seguidores, ou porque uma postagem não teve “tantas” curtidas assim? De novo, fica aqui uma notícia ruim: descolada de objetivos tangíveis de marketing (leia mais aqui), elas são úteis como o gol do Oscar no 7 x 1.

Repito: quem te curte, não necessariamente será seu paciente… Mais uma vez, proponho o teste: poste um videozinho legal com o seu cachorro e deixe a mágica acontecer…

Não ligue para vaidade, não ligue para o que os outros estão fazendo, não imagine que o outro está melhor. A vida do outro na rede social é uma ilusão, como é a minha, a sua ou a de qualquer um. 

Em síntese, a vaidade satisfaz o seu ego, mas não sua conta bancária. Se no início do contrato você me disse que esse é seu objetivo, sem problemas, vamos por essa linha. Caso contrário, pode teimar mas você nunca vai sair do lugar.

Então, como você pretende usar o instagram? 

Siga a @medtarget no instagram

*Se o seu negócio vende online

Então, como você pretende usar o instagram? 

Siga a @medtarget no instagram 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *